Blog

Nada de desperdiçar a borra do café!  

 

Como bom brasileiro, todo dia você acorda e faz aquele cafezinho cheiroso e saboroso. Do preparo da bebida resulta o resíduo da borra do café. Ela fica no filtro do papel, depois que o pó cumpre com a sua função de colorir e dar sabor a água quente.

Na grande maioria das residências, o filtro de papel contendo essa borra, tem como destino certo o lixo. Mas tem gente que conheça o potencial desse resíduo quando o assunto é preparar um adubo orgânico excelente. Além de natural, não tem custo, então nada de desperdiçar nenhuma colher. Bom mesmo é  presentear as plantas com nutrientes que elas adoram.

Sem riscos para a saúde, a compostagem feita com a borra do café pode ser preparada em casa mesmo, de forma muito simples. O ideal é ir guardando a borra em uma vasilha, sempre tampada e depois misturá-las com outros adubos que possuam nitrogênio e sejam mais ricos em potássio e ferro. Esse resultado, pode ser obtido também, de um jeito ainda mais natural, quando se mistura a borra do café com esterco de gado, ou cascas de legumes ou de ovos.

 

Se a opção for por usar apenas a borra do café, é só misturá-la numa proporção de 100 gramas por litro de água, guardar por cinco dias. Em seguida, use essa mistura para regar as plantas. Além de funcionar como um adubo rico em carbono e nitrogênio e matéria orgânica, a borra do café é excelente para combater pulgões, lagartas, larvas, caracóis. Combate ainda uma infinidade de bactérias e micro-organismos nocivos ao solo e as plantas.

Não é recomendável, contudo, colocá-la direto no solo, pois o processo de decomposição dessa matéria orgânica vai consumir nitrogênio e isso faz com que a borra perca a sua função fertilizante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *